10 Dicas para um Cinegrafista Freelancer

Depois do último post, recebi alguns comentários de pessoas que desejam entrar na profissão, mas não conseguem uma vaga em uma emissora de TV. O número de faculdades aumentou e existem diversos cursos técnicos e rápidos formando profissionais, mas o mercado  fica restrito a uma minoria.

Resolvi então falar sobre duas maneiras de entrar no mercado de modo independente: sendo freelancer ou atuar como cinegrafista amador. Hoje vou falar do Cinegrafista Freelancer e no próximo post  falo mais sobre o Cinegrafista Amador.

Freelancer é o profissional que tem registro profissional e pode atuar de maneira independente. Muitos cinegrafistas no exterior seguem esse caminho porque é mais rentável do que permanecer em uma emissora de TV. O freelancer pode ser contratado para matérias avulsas ou ganhar por job, ou seja, por trabalho fechado. Mas ele só será chamado se tiver um bom trabalho, uma rede de contatos e muitas vezes seu próprio equipamento.

Como estamos falando do cinegrafista que ainda não entrou no mercado, o freelancer precisa então “vender” a sua pauta. Ou seja, ele é quem irá oferecer a matéria para a produtora ou emissora de TV e não o contrário. Em geral, o preço é fechado antes da captação, com o cinegrafista recebendo orientações sobre o que é essencial gravar, quem ouvir e como será conduzida a matéria.

10 DICAS PARA O CINEGRAFISTA FREELANCER

1. Se você está começando, provavelmente, não conhece o editor-chefe ou o responsável pela compra das imagens. Portanto, seu primeiro contato será com os produtores da pauta.

2. Não seja insistente, o produtor sabe que matéria interessa ao programa. Se houver recusa, procure verificar que tipo de assunto eles consideram relevante.

3. Em geral, as emissoras afiliadas cobrem uma extensão muito grande e não possuem equipes suficientes para produzir em todas as cidades. Se a emissora estiver distante mais de 100km de sua cidade, esta pode ser uma ótima oportunidade.

4. Uma boa pauta é sempre baseada em pesquisa. Verifique dados, pense em entrevistados, avalie que “especialista” deve ser ouvido. Em uma matéria sobre chuvas, por exemplo, você pode ouvir o meteorologista, a pessoa que planta e depende do clima e um representante do sindicato rural que vai dar números sobre o prejuízo causado pelas águas.

5. Para oferecer uma pauta você precisa dominar todas as etapas: produzir, gravar e editar (texto e vídeo). Se o material for para um telejornal, provavelmente você precisará dominar também o envio de imagens pela internet.

6. Se o material for factual, você gravará e enviará no mesmo dia. Portanto, atenção especial ao nome das pessoas, cargo e o que elas representam na matéria. Uma boa matéria depende de dados corretos e idôneos.

7. Ainda no caso de telejornais, anote o telefone das pessoas que forem entrevistadas. Muitas vezes o deadline é apertado, por isso, enquanto você envia as matérias, o produtor que está na redação pode ligar para o entrevistado e verificar as informações.

8. Dica de cinegrafista com anos de estrada: antes de sair verifique se está levando bateria, fita ou card, tripé, microfone, bloco de anotações e caneta.

9. Ser freelancer é uma maneira de melhorar seu portfólio, afinal, é mais fácil mostrar uma matéria que entrou no ar do que um amontoado de imagens e sonoras.

10. Ser frelancer também é uma oportunidade de criar sua rede de contatos e ser indicado para um freelancer maior, de semanas ou meses.

Como a maioria que entrou em contato possui equipamento, estou considerando que o freelancer vai começar com câmera própria. Agora, dependendo do valor que a emissora está disposta a pagar, é possível também alugar a câmera e oferecer a pauta.
Boa sorte!

Motolink –– As emissoras sempre contaram com motoqueiros que atravessavam a cidade com as fitas das matérias. Isso trazia agilidade e facilitava a vida da equipe, já que não era necessário sair correndo para chegar no deadline. Continue lendo…

Cinegrafista Subaquático – Para ser um bom cinegrafista de imagens subaquáticas é preciso dominar duas artes: fazer imagem e saber mergulhar. Hoje, há uma oferta grande de equipamentos para essa finalidade e cursos de mergulhos que duram poucos dias. Ainda assim, é necessário ter uma boa experiência nas duas áreas Continue lendo…

Novela em Cinema Digital A novela Cordel Encantado da TV Globo, exibida no horário das seis da tarde, está sendo gravada com a câmera Sony F 35. É visível a diferença da qualidade e textura das imagens captadas por essa câmera. É cinema digital. Continue lendo…

NAB – Novidades em Câmeras – A NAB 2011 começou neste sábado (09/04) com recepções e eventos de negócios, mas só hoje é que o centro de exposições foi aberto para o público conferir as novidades da indústria broadcast de televisão. Continue lendo…

Anúncios

6 comentários sobre “10 Dicas para um Cinegrafista Freelancer

  1. e amigo ótimo post, tipo
    quero entra nesse ramo e não tenho experiencia, que tipo de material que devo compra primeiramente
    câmera quantas bateria e essas coisas
    obrigado vlw abraços

  2. Oii!! Parabéns pelo post.
    Me fala uma coisa.. como é o mercado para freelancer para eventos. Tem demanda????
    Tipo: casamentos, aniversários, filmagem propagandas para empresas e etc.
    Aqui no Brasil, a demanda é alta. Tudo é registrado. E o marketing nas redes sociais está em alta.
    Mas minha dúvida é: no exterior também é assim??
    Tipo. Da para viver disso??
    Desde já agradeço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s